Setembro vermelho

Dada a importância das doenças cardiovasculares em termos de saúde pública e a sua alta prevalência, inclusive em termos de mortalidade, o mês de setembro ganhou a cor vermelha, SETEMBRO VERMELHO, para simbolizar a importância da prevenção dos fatores de risco cardiovasculares (estresse, sedentarismo, obesidade, hipertensão arterial, diabetes, tabagismo, etc) na redução de eventos (infarto do miocárdio, angina, acidente vascular cerebral, etc).

SETEMBRO VERMELHO coloca em evidência a importância na mudança do estilo de vida para preservação da saúde. Inclui-se dieta adequada, pobre em sal e gorduras saturadas (especialmente objetivando reduzir alimentos processados, industrializados, ricos em sódio e gordura como os queijos amarelos, etc), prática de exercícios físicos regulares, combate ao estresse inclusive do ambiente de trabalho, higiene do sono (redução de iluminação e ruídos excessivos no momento de dormir, uso de tablets e celulares em horários de repouso, aparelhos de TV no quarto, etc) e combate ao tabagismo e a obesidade.

SETEMBRO VERMELHO chama a atenção para a prevenção dados os inúmeros riscos para a saúde. A saúde é uma conquista diária que deve ser preservada a todo custo, de todas as formas, das inúmeras agressões que a vida moderna nos proporciona.

 

Colesterol alto

 O QUE É COLESTEROL? o colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo.  Está presente em alimentos de origem animal ( Ex: carne, leite integral, ovos, etc.)
 Em nosso organismo o colesterol desempenha funções essenciais, como produção de hormônios e vitamina D. No entanto, o excesso de colesterol no sangue é prejudicial e aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, entre elas o infarto.
QUAIS OS SINTOMAS ? o colesterol alto não apresenta sintomas.
COMO É O TRATAMENTO ? Existem remédios para controlar o colesterol alto mas a mudança  no estilo de vida com dieta adequada e a prática de exercícios físicos regular, constitui-se em medida sustentável e indispensável de controle.

Centrocor cuidando de você

Centrocor de Rio Claro possui amplas instalações, com confortável recepção, várias salas de consultório, estacionamento próprio, além de contar com exames sofisticados de auxílio diagnóstico. Para maior comodidade, disponibiliza, também, o agendamento de consultas e exames pela internet, nas datas e horários preferenciais dos pacientes, pelo endereço www.centrocorrioclaro.com.br. O Check-up Executivo Centrocor constitui-se numa inovação no atendimento, oferecendo agilidade entre a consulta médica e a execução dos exames. O Centrocor Clínica de Vacinação estende o conceito de prevenção porque entende que imunizar é prevenir e promover à saúde. Centrocor, novo e moderno conceito de atendimento aos pacientes e seus familiares.

Expectativa de vida

A expectativa de vida média das pessoas tem aumentado de forma importante nos últimos anos. Tal fato se deve a diversos fatores, entre eles, a compreensão da relação entre os fatores de riscos cardiovasculares, como a hipertensão, diabetes e tabagismo, com a mortalidade. Hipócrates, pai da medicina, já dizia no século V antes de Cristo, que os gordos morrem naturalmente mais que os magros. Entretanto, foi somente a partir dos estudos iniciados em 1948, em Framingham, vilarejo no estado de Massachusetts nos Estados Unidos, que se pode constatar que diferentes fatores interferem com a expectativa de vida das pessoas. Descobriu-se, por exemplo, que a hipertensão arterial, diabetes, colesterol elevado, tabagismo quando presentes, isolados ou em associação, tem relação direta com aumento da mortalidade. E, o mais importante, estes fatores não apenas se somam quando presentes num mesmo paciente como se imaginava, mas pelo contrário, e muito pior, eles se multiplicam, elevando assustadoramente o risco de morte. É exatamente desta observação e pela importância que ela revela que advém a iniciativa de persistir na orientação do paciente para mudar seu estilo de vida, pois para cada fator eliminado ou atenuado, isto é, controle da hipertensão arterial, do diabetes e cessação do tabaco, está se retirando um fator multiplicador do risco total de morte das pessoas.

Importância da adesão ao tratamento

Tomar um medicamento, qualquer que seja tal como um simples analgésico, é um grande sacrifício para algumas pessoas. Por outro lado, existem aquelas que preferem sempre ter algum medicamento a mão na eventualidade de algum sintoma. Entretanto, a automedicação, sem a orientação médica adequada, deve ser evitada e desestimulada entre as pessoas, pois pode trazer graves consequências à saúde, inclusive com risco de morte. Manter a saúde em boa forma passa por medidas educacionais de alimentação, adoções de hábitos de vida saudável, como práticas de exercícios físicos regulares, e visitas periódicas aos profissionais de saúde para prevenção e tratamento de doenças. Diferentemente da automedicação, à adesão ao tratamento de doenças como diabetes, colesterol e triglicérides elevados, e hipertensão arterial, aliados a mudança do estilo de vida, constitui-se em meio eficiente na redução de mortalidade. Em visita ao Brasil em meados do ano passado, o professor e pesquisador espanhol, residente nos Estados Unidos, Valentin Fuster, tinha como tema principal de sua aula a ser ministrada aos médicos brasileiros cardiologistas, “Perspectivas para a medicina no ano de 2020”. Para surpresa de muitos dos profissionais presentes, que esperavam uma aula onde se abordasse novos marcadores de doença, ou novas tecnologias da área médica, o Professor Fuster levantou a questão da necessidade de aumentar à adesão ao tratamento como meta de combate às doenças, com base nos avanços médicos atuais já adquiridos, sem priorizar novas invenções. O que o Professor Fuster disse é que já avançamos bastante em termos de aparelhagem e tecnologia médica, mas que agora precisamos fazer uso deste conhecimento e adotar medidas que aumentem a adesão dos pacientes para o uso de medicamentos já disponíveis, especialmente nas situações que requeiram uso prolongado, tais como o tratamento da hipertensão arterial. É importante salientar que os avanços tecnológicos, nem sempre disponíveis para grande parte da população, são importantes para o diagnóstico precoce de diversas doenças, mas, é no campo da prevenção, onde estão as maiores possibilidades de prolongar a expectativa de vida, e isto, pode estar disponível, inclusive, para as classes sociais menos favorecidas, pela adoção de alimentação saudável e práticas regulares de exercícios físicos.