Charles Chaplin e a Sífilis

Você sabia que o gênio do cinema mudo, Charles Chaplin, exibia propositalmente uma marcha de base alargada, muito característica e peculiar nos seus filmes, descrita neurologicamente como marcha atáxia-talonante? O objetivo do ator, cineasta, dançarino, diretor e produtor inglês, era chamar à atenção da sociedade e das autoridades sanitárias da época da revolução industrial, para a epidemia de sífilis que molestava centenas e milhares de pessoas pelo seu acometimento neurológico tardio, fase terciária, isto é, pacientes infectados e doentes já há cerca de 20 ou 30 anos sem tratamento.